Caso Daniel: Amigo relata detalhes a respeito de fuga durante prisão de Cristiana

Detalhes a respeito do momento da fuga de Edison foram dados por Denis Araújo

No dia 31 de outubro de 2018, por volta das 22h Cristina e Edison Brittes foram surpreendidos em um posto de gasolina após carros da Polícia Militar aparecerem ao local após terem recebido uma ligação a respeito da presença de ambos no local. Eles são suspeitos de terem assassinado o jogador Daniel Corrêa.

No momento o casal estava em um carro que estava sendo dirigido por Denis Araújo, e acabaram sendo surpreendidos pela sirene dos carros de polícia que foram até o local para realizar a prisão de Cristiana e Edison.

Denis Araújo, que está como uma das testemunhas de defesa de Edison, alegou que na noite em que Cristiana acabou sendo presa, Edison conseguiu fugir pois havia entrado na loja de conveniência do posto de gasolina e ao notar a presença dos policiais fugiu à pé ao sair pela lateral.

Atualmente os Brittes estão presos aguardando o julgamento que agora deverá acontecer nos próximos meses. Agora eles serão interrogados nesta próxima quarta-feira (4) pela primeira vez pela Justiça.

Além de Edison e Cristiana, também existem outros 5 réus que estão sendo acusados de terem tido algum tipo de envolvimento com a morte do jogador. Entre eles também está Allana, a filha do casal, que saiu da prisão após um pedido de habeas corpus no último mês.

Escrito por Reginaldo Ribeiro Teodoro

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.