Caso Daniel: Amigo relata detalhes a respeito de fuga durante prisão de Cristiana

Denis relatou que possuía uma rede de lojas em Curitiba, e que Edison e Cristiana eram clientes dele. Ele conta que estava vendo um ponto comercial para poder comprar quando recebeu a ligação de Edison. Ao encontra-lo ele conta que o acusado o abraçou a começou a chorar.

O comerciante contou que o amigo não tinha lhe contado no momento o que havia feito. Mas que pediu para que ele o levasse até o escritório do advogado de sua família.

Ao chegar próximo a um posto de gasolina localizado em Bom Retiro, em Curitiba, Denis conta que Cristiana pediu para que Edison fosse comprar água. E foi neste momento em que ele entrou para comprar a água que a polícia  chegou ao local.

O relato da fuga de Edison foi confirmado por outras testemunhas que estavam na loja de conveniência e viram o momento em que ele deixou o local pela lateral como qualquer outro cliente do local.

Após a fuga de Edison, Cristiana e Denis foram levados para a delegacia. Ele foi solto visto que não pesava sobre ele nenhuma acusação a respeito da morte do jogador. Cristiana no entanto permaneceu na cadeia e hoje é ré pelo homicídio de Daniel.

 

Via: esporte.uol.com.br

Escrito por Reginaldo Ribeiro Teodoro

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.