Coração não aguentou e criminoso considerado como mais perigoso de MG morreu de parada cardíaca durante visita íntima

o detento sofreu uma parada cardíaca.

No presídio de segurança máxima de Francisco Sá com mais de 400 presos, e fica a quase 500 km da Capital Mineira, Felipe Souza da Cruz mais conhecido como Jiraya, que foi condenado por homicídios, tráfico de drogas, suspeito de liderar uma organização criminosa e considerado um dos mais perigosos bandidos do Estado de Minas Gerais.

Felipe levou o nome de Jiraya, pois a maneira em que ele cometia os homicídios, era usando uma espada, essa se tornou a marca dele. Felipe Souza, o Jiraya neste último sábado, dia 25, durante uma visita íntima, sofreu uma parada cardíaca.

O departamento da penitenciária informou que a mulher que estava acompanhando Felipe é que pediu ajuda avisando que ele estava se sentindo mal, o departamento ainda também informou que ele foi socorrido por agentes da penitenciária de Francisco Sá, até que chegassem os socorristas, mas quando eles chegaram, o detento já havia falecido.

Em nota a secretaria do estado de justiça e segurança pública de Minas Gerais informou que por volta das 6 horas da manhã, a companheira de Felipe foi que chamou os policiais pedindo ajuda porque ele estava passando mal, informou ainda que os policiais penais presentes, foi que realizaram os primeiros socorros tentando reanima-lo.

Logo em seguida chegou a equipe médica do SAMU e no mesmo local constataram o óbito de Felipe Souza da Cruz, o Jiraya.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.