Costureira quase perde a vida ao ser cortada com uma linha de cerol enquanto pilotava a moto, faz um alerta:”Ensinem os filhos a parar de usar o fio cerol”

O caso aconteceu em Goiânia quando a costureira estava a caminho de casa.

Elisângela Bezerra Ferreira, de 38 anos, costureira de profissão, relata que quase perdeu a vida, após ter atingida por uma linha de cerol. A mulher, estava regressando a casa, pilotando uma moto, quando foi apanhada acabando por ser atingida. Ela precisou de levar seis pontos na zona do pescoço.

“Naquele momento, eu só senti que estava a cortar. Entrei em desespero, quando vi que se tratava de uma linha de cerol. Naquela hora, só pensei que ia morrer.Os médicos, disseram se tratar de um milagre ficou apenas a um milímetro de cortar a minha artéria, e eu teria morrido ali”, relata a costureira.

O acidente aconteceu no último domingo à tarde, no setor Vera Cruz II. Uma amiga da costureira, Joana Francisca Bernardes, de 53 anos, estava na garupa da moto, e foi ela quem prestou os primeiros socorros a Elisângela.

PUBLICIDADE

“Ela começou a gritar, dizendo que estava a queimar o pescoço.  Então de imediato parou a moto. Quando olhei, vi que ela já tinha um buraco no pescoço dela. Naquele momento enfiei a mão, e retirei a linha. Não sei onde fui buscar a coragem”, recorda a amiga.

A costureira, pede que toda a gente tenha mais consciência, e faz uma alerta para que  parem de fazer uso das linhas com cerol, uma vez que já é proibido por lei, e pode tirar a vida a muita gente. “Estou muito indignada, triste com tanta linha de cerol que circula por aí. Meu pedido é apenas que os pais conversem com os filhos. Por favor não deixem usar”, afirma.

Segundo o comandante da corporação, Wellington Paranhos, conta que esse aumento de ocorrências, se deve à situação que se vive com a pandemia.

PUBLICIDADE

“Isso apenas acontece, porque devido à pandemia, as aulas nas escolas continuam suspensas, e devido a isso, as crianças acabam por ficar muito mais tempo em casa”, avalia.

 

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!