Especialistas listaram os locais com maior risco de contaminação pelo coronavírus

A lista varia com níveis de 1 à 9 de acordo com o potencial de risco.

A pandemia do novo coronavírus mudou completamente a vida e rotina da população do mundo todo. Um simples passeio, ou uma ída à academia virou algo arriscado de se fazer, uma vez que o novo coronavírus é potente e possui uma capacidade de transmissão muito alta.

Alguns especialistas como os infectologistas, listaram os locais de possíveis contaminações do vírus e o grau de risco que apresentam às pessoas. Para fazer essa lista, eles utilizaram uma escala que variava de 1 à 8, ou seja, quanto menor o número, mais baixo é o risco e quanto maior o número, maior o risco de contaminação.

De risco baixo, apresenta variantes entre 1 e 2 e são considerados locais de baixo risco de contaminação, como: abastecer veículos, pedir comida em casa e abrir correspondências.

PUBLICIDADE

De risco baixo moderado, as variantes ficam entre 3 e 4 e os locais englobados nesse nível de risco, são: salas de consultórios médicos, Supermercados, realizar corridas ou andar de bicicleta.

De risco moderado, com variantes entre 5 e 6, entram os locais com um nível um pouco maior de contaminação, como: visitar amigos, nadar em piscinas públicas, frequentar escolas.

De risco moderado alto, com variante 7, os locais apresentam um risco maior ainda de contaminação, como: andar de avião, ir à casamentos ou velórios, abraçar ou apertar as mãos e alguém.

PUBLICIDADE

De risco alto, com classificação 8, ou seja, englobam os locais que apresentam o maior nível de todos em relação à contaminação, como: almoçar em restaurantes self-service, ir à shows, missas ou festas que tenham mais de 500 pessoas.

Orientar é o melhor remédio ainda pra esse mal que não possui tratamento nem vacina.

 

 

Via: em.com.br

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.