“Eu sempre fui o tanto faz” assim se definiu um jovem em carta de despedida antes de tirar a própria vida

O Jovem deixou um relato triste e comovente sobre os conflitos vividos por causa da depressão.

A depressão é um problema que tem atingido milhares de pessoas em todo o mundo e muitas por não saberem lidar com a dor que a doença causa entre os conflitos que travam em sua mente e em seu interior, acabam optando por tirar a própria vida achando que essa é a melhor solução.

Alguma dessas pessoas sofrem tanto e não conseguem apoio nem dos da própria família que tratam a depressão como uma frescura, e pensam que a pessoa está apenas tentando chamar a atenção e isso faz que o depressivo se sinta muito mais sozinho como se não tivesse nenhum valor e como se não fizesse nenhuma diferença estar no mundo ou não.

No litoral de São Paulo Bruno Pontes desapareceu na virada do ano, alguns dias depois seu corpo foi encontrado por um pescador no meio do mar.  Aparentemente o caso se tratava de um afogamento até que familiares encontraram uma carta de despedida deixada pelo jovem Bruno.

Na carta Bruno relatou todo seu sofrimento, anos lutando com uma depressão e se sentindo ninguém, ele disse que sempre foi o tanto faz e que após a sua partida não faria falta para ninguém.

O jovem parecia ser uma pessoa alegre e quando estava perto de seus amigos sempre os fazia sorrir, gostava de contar piadas e ver as pessoas alegres, mas ninguém notou que dentro de si mesmo carregava um imenso vazio que o levou a tirar a própria vida.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.