Faxineira é assassinada por patrão após cobrar dia de serviço

A diarista foi atacada a golpes de faca pelo patrão.

Uma faxineira de 30 anos foi assassinada pelo próprio patrão após cobrar o dia de serviço. As informações foram repassadas pelos familiares da vítima e o caso aconteceu em São Paulo na noite do último sábado (10). A polícia informou que as circunstâncias do crime ainda não foram confirmadas, mas a família afirma que o motivo foi a cobrança do serviço prestado pela diarista.

Mirian Angelino de Jesus havia trabalhado para o homem diversas vezes, após o serviço o patrão pediu a mulher que voltasse à noite para receber o pagamento e Miriam esteve na casa do homem por volta das 21 horas, a diarista estava sozinha no momento que foi receber o dinheiro.

Mas ao ser cobrado por Miriam ou patrão não gostou e uma discussão se iniciou foi quando o homem atacou a diarista com golpes de faca. De acordo com informações da tia de Míriam o patrão ainda teria tentado forjar uma tentativa de assalto a sua residência dizendo que homens invadiram a casa e tentaram rouba-lo.

Ao entrar em luta corporal acabou atingido a mulher, a polícia encontrou Miriam já sem vida no chão da cozinha da casa do patrão. A polícia ainda informou que o patrão Miriam que tem 68 anos se apresentou voluntariamente na delegacia e disse que a vítima estava tentando roubar sua casa.

No depoimento O homem ainda deu outra versão dizendo que reconheceu a mulher que tentava roubar a casa como a faxineira que esteve horas antes em sua casa, um depoimento conturbado e que não havia nenhum uma coerência. O caso foi registrado como homicídio na delegacia de Santana de Parnaíba.

Escrito por Cláudia Lm

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.