Garçom de 18 anos salva três pessoas no mar ao ouvir pedidos de socorro

Guilherme Tawan dos Santos viveu momentos de desespero e pura adrenalina neste domingo, 9 de fevereiro, quando três pessoas se afogavam perto de onde ele estava e ele salvou as três vidas.

Guilherme, de 18 anos de idade, relata que estava indo para o trabalho, onde atua como garçom em um quiosque, quando acabou ouvindo gritos de uma família pedindo ajuda. O caso aconteceu na praia de Vera Cruz. Guilherme havia chegado ao trabalho para iniciar seu expediente, e quando ouviu os gritos foi saber o que estava acontecendo.

Guilherme relata que viu seu amigo correr em direção ao mar, e logo foi atrás, sem pensar duas vezes. Ao chegar perto do mar, perceberam que três pessoas se afogavam e a família não conseguia salvar. As pessoas estavam a pelo menos 30 metros da areia, e quando Guilherme percebeu que seu amigo não tinha conseguido chegar até as vítimas, ele logo entrou no mar para tentar salvá-los.

PUBLICIDADE

Guilherme nadou até as vítimas e as levava até seu amigo, que ficou na parte mais rasa. Guilherme conta que na segunda pessoa já estava um pouco cansado, quase perdendo seu fôlego, mas respirou e foi novamente resgatar a última vítima. “Apenas pedi para Deus que me desse fôlego e entrei na água”.

Guilherme conseguiu tirar as três pessoas da água, e só então os salva-vidas chegaram no local e prestaram os primeiros socorros necessários. O jovem conta que quando saiu, apenas deitou na areia, sem fôlego e com muita dor, mas grato por haver conseguido salvar aquelas vidas.

Segundo o garçom, uma das mulheres que havia gritado por socorro o agradeceu, mas ele não conseguiu conversar com os familiares, pois estava com muita dor e muito fraco. Ele conta que como a praia estava vazia, não haviam bombeiros por perto, e que imagina que não teriam sobrevivido se eles não estivessem por perto, pois a ajuda demorou chegar.

PUBLICIDADE

 


Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.