Justiça de São Paulo determina prisão de adolescente suspeito de matar criança de 9 anos

O jovem em questão confessou a sua participação no crime durante depoimento prestado às autoridades

Durante a madrugada dessa terça-feira (1º) a Justiça de São Paulo determinou a apreensão do adolescente suspeito de matar Raíssa Eloá Caparelli Dadona, de apenas 9 anos de idade. O jovem em questão, de apenas 12 anos de idade, apareceu em filmagens andando de mãos dadas com a vítima, pouco antes de seu corpo ser encontrado.

Raíssa foi encontrada morta ainda no último domingo (29). O corpo da garota estava pendurado em uma árvore, no Parque Anhanguera, localizado na Zona Norte de São Paulo. Raíssa despareceu de uma festa que acontecia no Centro de Educação Unificado (CEU), localizado próximo ao parque.

De acordo com informações fornecidas pela Secretaria de Segurança Pública (SSP), a Polícia Civil chegou a pedir a internação provisória do adolescente, que tem 12 anos de idade. O caso está sendo investigado Polícia Civil atualmente e até as 9h30 dessa terça-feira a apreensão do suspeito ainda não havia sido confirmada pelas autoridades responsáveis.

Após apreendido, o jovem será ouvido pelos promotores do Departamento de Infância de Juventude do Ministério Público (MP). Depois de prestar depoimento, o suspeito deverá se encaminhado para uma unidade da Fundação Casa, responsável pela recuperação de memores infratores.

Escrito por Reginaldo Ribeiro Teodoro

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.