Livros de Harry Potter são proibidos nos EUA por sugestão de exorcistas

O reverendo responsável pela escola alertou que feitiços dos livros são de verdade

Uma escola localizada em Nashville, nos Estados Unidos, acabou recebendo conselhos inesperados vindo de exorcistas. Isso por que eles estariam alertando para que os livros de “Harry Potter” fossem proibidos nas escolas.

A saga infanto-junvenil, segundo foi alertado pelos exorcistas, poderia fazer com que fossem conjurados espíritos devido a feitiços e maldições que estão presentes ao longo da histórias nos livros.

A preocupação dos religiosos é pelo tem central da obra acabar causando problemas na escola, deixando ao acesso dos alunos para que eles possam ler. Devido isso foi aconselhado que mesmo que a escola tivesse posse dos livros era recomendado que eles não fizesse parte do acervo publico da biblioteca.

O reverendo Dan Reehil, responsável pela escola em questão, acabou entrando em contato com exorcistas dos Estados Unidos e de Roma, e foi alertado por eles para que os livros fossem retirados da biblioteca de St. Edward Catholic School, no Tennessee.

A série de livros de J.K Rowling que foi lançada em 1997 é uma história épica do bem contra o mal. A história narra as aventuras do bruxo Harry Potter, que precisa combater um feiticeiro sinistro, chamado Lord Voldemort.

Escrito por Reginaldo Ribeiro Teodoro

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.