Mãe humilde usa caixa plástica como berço para recém-nascido por não ter dinheiro para comprar um

Duas histórias de luta que vão emocionar seu coração.

A história de luta de uma mãe está chamando atenção na internet, a mulher que está desempregada estaria usando uma caixa plástica como berço para seu recém-nascido, já que não tem condições de comprar uma para a criança.

Ela limpou a caixa plástica e forrou com a melhor coberta para receber a pequena Valentina que tem apenas 15 dias de vida.

A mãe contou que está sem trabalho e não pode contar com o pai da criança, a única ajuda que recebe vem de sua mãe e suas irmãs. Então ela pegou a caixa que seu padrasto guardava as ferramentas, lavou improvisou um berço para sua filha.

PUBLICIDADE

Ela contou que teve a ideia um dia antes da criança vir para casa porque não tinha local para colocar a filha, disse Mayara de Oliveira Santos que tem 24 anos.

Mayara mora no Jardim Canguru região da Periferia e tem um menino de 4 anos Mayara contou que ganhou algumas roupinhas para criança e o carrinho de bebê depois que a foto se tornou pública.A doação aconteceu depois que algumas voluntárias postaram a foto da bebê na Caixa em um grupo do WhatsApp, a mesma onda do bem que alcançou a família do pedreiro Wesley de Oliveira Torres de 27 anos que é morador da Comunidade Bom Retiro.

PUBLICIDADE

Ele e sua esposa de 16 anos também receberam um carrinho doado para o pequeno Luan depois que as imagens do bebê deitado em um carrinho de pedreiro viralizaram nas redes sociais.

A mãe contou que limpou tudo, colocou a cobertinha e o bebê dormia lá. Eles até colocaram a criança na cama, mas ficavam com medo de machucar o bebê.

O pedreiro ainda disse que durante o dia emprestava o carrinho para os vizinhos passear com as crianças na comunidade, esse era o único jeito de dar um pouco de conforto para as crianças.

Na época o pedreiro abriu mão de sua profissão por um tempo já que o bebê precisava do o carrinho. O casal não tinha condições de comprar as coisas para o bebê e a preocupação na hora de dormir diminuiu muito já que a criança não estava na mesma cama com o casal.

Pessoas de bom coração resolveram fazer doações e ajudar a família assim como ajudaram Mayara de Oliveira que depois de ganhar o carrinho pode dar um pouco mais de conforto para seu bebê, torcemos para que ela ganha o berço e as outras coisas que precisa.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Juliana

Redatora no site noticiaviva.com. Apaixonada por gatos. Uma pessoa simples e muito bem humorada. Contato: [email protected]