Médica picada por cobra tem 70% das vias aéreas comprometidas e continua na UTI

Durante a tarde da última terça-feira (1º), a média Dieynne Saugo passou por uma traqueostomia, procedimento que simboliza uma pequena abertura da traquéia, com o objetivo de desobstrução das vias aéreas, que já estavam 70% comprometidas.

De acordo com informações publicadas pelo G1, Dieynne está internada na UTI desde o último domingo (31). A internação aconteceu  depois de a médica ter sido picada por uma cobra jararaca enquanto estava na Cachoeira Serra Azul, localizada na cidade de Nobres, há 151k de Cuiabá, capital do  Mato Grosso do Sul.

Segundo explicações fornecidas por José Antônio Figueiredo, médico responsável por coordenar o Centro Antiveneno de Mato Grosso (Ciave), Dieynne foi picada no rosto e no pescoço. O médico ainda destacou que as vias aéreas da médica ficaram comprometidas em decorrência do inchaço que aconteceu nessas regiões. Portanto, isso acabou prejudicando a respiração.

PUBLICIDADE

Ainda sobre isso, José Antônio Figueiredo destacou que a picada de cobra funciona de maneira similar a uma reação alérgica.

Portanto, isso não significa que o veneno cause esse tipo de alteração, mas como ele é capaz de provocar inchado e as picadas aconteceram na região do pescoço, isso acaba por comprometer vias aéreas importantes. Entretanto, segundo o médico do  Ciave, o caso de Dieynne é bastante diferente devido ao local em que ela foi picada pela cobra.

Via: g1.globo.com

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.