Médica que estava em combate contra o coronavírus, é covardemente agredida por cinco homens

Veja o que aconteceu com esta mulher:

Uma medica moradora do Grajaú, Zona Norte do Rio de Janeiro, teve seu final de semana estragada por causa de uma festa que estava acontecendo próximo a sua casa.

A medica Ticyana D’Azambuja, de apenas 35 anos, está atuando na batalha contra o coronavírus, entretanto, neste final de semana ela precisou lutar outra batalha: pela sua paz e o direito de poder descansar tranquilamente.

A medica estava de folga neste final de semana, e pensou que finalmente poderia descansar no conforto de sua casa, mas tudo mudou quando próximo a residência estava rolando uma festa no meio a pandemia do Covid-10.

PUBLICIDADE

A profissional, acabou sendo espancada por cinco pessoas, que estariam participando da “festa do corona”, que aconteceu neste último sábado, em uma residência na Rua Marechal Jofre.

A profissional relata que seu joelho esquerdo acabou sendo quebrado e que teve suas mãos pisoteadas. De acordo com a vítima, as festas nesta residência já vêm acontecendo há bastante tempo, entretanto, por conta da quarentena, acabou sendo mais frequente, acontecer eventos desta casa.

Vale lembrar que é recomendado distanciamento social neste momento, para conter o avanço do coronavírus, entretanto, o responsável da festa parece que não tem medo deste vírus. A medica também relatou que já denunciou diversa vezes para à polícia, mas, ela só apareceu no local no dia que houve a agressão.

PUBLICIDADE

A profissional conta que em uma situação de desespero, já que ela ficou de plantão naquela noite e não estava conseguindo descansar por causa da festa, ela teria descido à rua e, acabou quebrando um retrovisor e trincou o para-brisa de um automóvel que estava estacionado na calçada e por causa disso aconteceram as agressões contra a medica.

Vale lembrar que antes dela tomar essa atitude, ela tentou pedir para que seus vizinhos acabassem com a festa, que naquele momento estava lotada, entretanto, o pedido não foi realizado.

A vítima também conta que ela tomou uma atitude errada ao ir quebrar o carro que estava na calçada, entretanto, falou que depois de ter feito isso, 5 homens saíram da festa alterados e quando ela viu a besteira que havia feito, ela teria saído correndo. Veja abaixo o relato:

Resposta dos policiais:

 


Escrito por Ana Carolina Alves Da Silva

Redatora há 2 anos, escrevo sobre o mundo dos famosos, curiosidades, relacionamentos e sempre vou em busca de me manter atualizada, para levar o melhor conteúdo aos meus leitores.