Militares suspeitos de matar 2 homens inocentes com mais de 80 tiros dão sua explicação

O fato acontecido em Guadalupe, Zona Norte do Rio causou grande repercussão e familiares querem respostas

Os Militares prestam depoimento nesta segunda-feira (16), na Cidade do Rio de Janeiro. Já são cerca de 8 meses do caso e as investigações andam a passos lentos.

Fato foi que no mês de abril deste mesmo ano,  12 militares do Exército Brasileiro quando estavam em patrulhamento confundiram um veículo de uma família com o de elementos envolvidos com o crime organizado. Segundo os militares o carro apresentava as mesmas características do possível veículo dos criminosos.

A justiça militar irá ouvir os militares, devido a tal ação que levou 2 pessoas a óbito em Guadalupe, situado na Zona Norte da mesma cidade.  Essa será a primeira vez em que os militares, supostos acusados, serão inquiridos de maneira individual para tentar chegar aos verdadeiros fatos.

PUBLICIDADE

Todos os envolvidos respondem ao processo em liberdade, conforme direito adquirido, devido a habeas corpus conseguido pela defesa junto ao Superior Tribunal Militar. A audiência já foi adiada por 2 vezes, porém tudo indica que nesta segunda (16) a mesma irá acontecer, e será presidida pela Excelentíssima Juíza Federal Mariana Queiroz.

Evaldo Rosa foi uma das vítimas, ele era músico e estava no veículo citado com sua família, que foi alvejado com incríveis 80 disparos de arma de fogo de grande calibre, por parte dos militares. Evaldo veio a ficar sem vida no próprio local.

PUBLICIDADE

A outra vítima se tratava de Luciano Macedo, que era catador de rua e apenas passava pelo local, quanto também foi alvejado pelos disparos da tropa. Sendo ainda socorrido ao hospital mais próximo, porém não resistiu aos ferimentos, vindo a morrer dias depois do fato.

Em sua defesa, os militares alegam que havia acontecido um possível assalto próximo ao local e que o carro da vítima foi confundido com o dos possíveis criminosos.

Os familiares acompanham o desfecho da situação, e dizem querer justiça.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Renan Mazzini Demarque

Colunista de notícias dedicado a TV e famosos, curiosidades, humor, esportes, saúde e culinária. Com o intuito de manter vocês sempre bem informados.