Morador do Mirante de Paranapanema leva golpe de R$7 mil após tentar “pacto com Lúcifer”

Um homem de 31 anos de idade, morador de Mirante de Paranapanema, em São Paulo, levou um golpe e perdeu cerca de R$7.500,00 após ter tentando realizar um “pacto com Lúcifer”. O pacto em questão seria intermediado por um “sacerdote espiritual”.

O contato inicial do homem com o suposto sacerdote foi através de vídeos que são publicados na internet. O caso foi registrado na última terça-feira (27) como sendo estelionato, na Delegacia da Polícia Civil, e está sendo investigado.

De acordo com as informações constadas no Boletim de Ocorrência, a vítima relatou que conheceu o “sacerdote espiritual” através de vídeos publicados na internet. Ele também se auto intitula como “mestre e pai de santo”.

PUBLICIDADE

A vítima resolveu entrar em contato com o homem devido a “problemas de ordem pessoal”, em outubro do ano passado. Eles conversaram através de um aplicativo de mensagens, para que a vítima pudesse obter os detalhes a respeito dos serviços que eram prestados pelo homem.

Logo de imediato foi ofertado à vítima um “pacto” em que o homem deveria fazer um investimento inicial de R$5 mil e no mês seguinte ele teria um retorno de R$10 mil e que poderia realizar saquês.

Diante da proposta a vítima se interessou, e depositou um valor de R$1.350,00 para o “sacerdote espiritual”.

PUBLICIDADE

O homem em questão tem 25 anos de idade, e ele costumava dizer para a vítima que ele teria um retorno em dinheiro mais alto do que ele havia investido.

No Boletim de Ocorrência também consta que parte do valor que retornaria para a vítima deveria ser novamente investido e que a outra parte seria enfim devolvida a vítima em um prazo de 30 dias.

Ao ser convencido pelo “sacerdote espiritual”, o homem, que trabalha como servente continuou realizando os depósitos para o homem acreditando que conseguiria obter os retornos financeiros que foram ofertados pelo “mestre”.

Ao final os depósitos acabaram totalizando o valor de R$7.500,00.O “mestre” havia informado o homem que os retornos começariam a aparecer em abril de 2019, mas que até o presente momento ele não recebeu nenhum retorno a respeito dos investimentos. Nenhum dos valores depositados pelo servente também retornaram à ele.  A Polícia Civil agora está investigando o caso.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.