Morre avô das gêmeas siamesas por complicações da Covid-19: “Era muito apegado a elas”

O idoso tinha hipertensão e isso agravou o quadro de saúde devido à covid-19

Edilson Neves, avô das gêmeas siamesas Lis e Mel ficou mais de uma semana internado no hospital Santa Marta em Taguatinga, pelas complicações da doença ele perdeu a batalha para o novo coronavírus e morreu no domingo (9) de agosto.

Edilson estava com 50 anos de idade e será sepultado nesta segunda-feira no Cemitério Campo da Esperança, Camila Neves de26 anos mãe das gêmeas siamesas disse que Edilson teve uma melhora no decorrer do tratamento, nos últimos dias ele saiu da intubação, mas logo precisou ser entubado novamente.

O idoso tinha hipertensão e isso agravou o quadro de saúde devido à covid-19, a mãe das gêmeas falou com lágrimas nos olhos, que ele apresentou primeiramente os sintomas de gripe febre e tosse, depois de alguns dias teve uma piora e precisou ser levado para o hospital.

PUBLICIDADE

Edilson estava muito cansado e não conseguia respirar direito ele precisou ser entubado, então teve uma parada cardíaca e não resistiu.

Camila disse que o pai era um excelente avô, estava sempre presente na vida das netinhas, ele tinha somente as duas como neta, Edilson era vice-presidente da associação de Feira dos Importados no setor de indústria e abastecimento da região, ele faleceu com 50 anos de idade e deixou três filhos e duas netas.

Mel e Lis são gêmeas siamesas, nasceram com crânio grudado, é um caso muito raro, a cirurgia foi feita no mês de abril e elas se recuperaram rapidamente, a cirurgia foi complexa dividida em 36 etapas e foi um grande sucesso

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Informe Cl

Colunista de notícias dedicada a escrever artigos de qualidade sobre saúde, TV, notícias de grande repercussão, notícias gospel e demais assuntos.