Morre jovem que estava internada após acidente em MG com os pais e irmãs

A jovem de 15 anos Maria Eduarda Araújo morreu nesta segunda-feira (13)

A adolescente de 15 anos que estava internada na cidade de Itaobim em Minas Gerais após ter sofrido um acidente na BR-116, que acabou vitimando também seus pais e duas irmãs, morreu na madrugada desta segunda-feira (13). Um tio da menina, Fernando Faria, deu uma declaração para o site de noticias G1 e confirmou que a menina havia morrido em consequência de complicações do acidente. Fernando contou que a família vivia em Paulínia, no interior de São Paulo, e que haviam viajado para poder passar o Natal e o Ano Novo em Manaíra, na Paraíba na terra natal do cunhado dele, Afonso.

Fernando contou que Afonso vivia na Paraíba, e que se mudou para São Paulo aos 18 anos de idade e que nunca mais havia voltado para sua terra natal após isso. Era a primeira vez em 30 anos que ele retornava ao local para poder rever sua família. Eles viajaram de férias para a cidade, e se divertiram muito no local segundo o tio da menina. Ele chegou até mesmo a falar que a viagem parecia uma despedida deles.

A família sofreu o acidente na volta da viagem, a Polícia Rodoviária Federal declarou que por volta de 4h30 do domingo (12) o carro em que eles estavam invadiu a contramão e bateu de frente com um caminhão que vinha no sentido contrário da pista. A suspeita é de que o motorista do carro acabou dormindo ao volante e que isso casou o acidente. No local morreram a motorista Érika Cristina de Araújo de 38 anos, Afonso da Silva Gomes de 48 anos, e Luiza Cristina de Araújo Gomes de 11 anos. Duas das filhas do casal foram socorridas pelo Samu e foram levadas para o Hospital Vale do Jequitinhona em Itaobim. Izabela Caroline Araújo Gomes, de 18 anos morreu pouco depois de dar entrada na unidade de saúde, Maria Eduarda Gomes Araújo de 15 anos não resistiu aos ferimentos do acidente e faleceu nesta segunda.

PUBLICIDADE

O tio da menina chegou a falar que o estado em que ela chegou ao hospital era muito grave, e que ela havia sofrido muitas fraturas, além do mais o hospital para onde ela foi levada não tinha muita estrutura para poder receber. Fernando conta que a irmã Érika era a única habilitada para poder conduzir o veículo sozinha. Pela longa duração da viagem, a família fazia várias paradas ao longo do caminho. Na noite do último sábado (11) foi feito o último contato deles com a família por volta das 22h30. Fernando conta que a irmã havia dito que passou o dia na Bahia e que ia parar para descansar, a notícia que tiveram a seguir foi do acidente que acabou matando suas sobrinhas, o cunhado e a irmã.

No domingo um funerária foi contratada pela família para poder levar os corpos de Érika, Afonso, Luiza e Izabella de volta para Paulínia. O corpo de Maria Eduarda agora será levado nesta segunda-feira para o local. Não se tem nenhuma informação atéo momento a respeito do velório da família e de quando acontecerá.

Via: g1.globo.com

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

Escrito por Redator News Hero

Sou especialista em notícias da TV, fofocas de famosos e acontecimentos em geral. Também escrevo sobre acontecimentos no meio político.