Mulher corre contra o relógio, aguardando uma vaga para realizar cirurgia de emergência no coração após sofrer um infarte:”Dava para ver, que ela estava a passar mal”

A paciente, precisa de realizar uma cirurgia com urgência ao coração, depois de sofrer um infarto, na passada quarta-feira(15).

Renilda Pereira de Souza reside na Praia Grande, no litoral paulista, tem 45 anos, e está na luta contra o tempo, para conseguir sobreviver. A mulher, precisa de realizar uma cirurgia urgente ao coração, e até ao momento aguarda que consiga uma vaga, depois de ter sofrido um infarte.

Ana Maria Pereira, de 25 anos, conta que ela ainda está a aguardar que seja reencaminhada pela unidade de saúde (Cross), há dois dias. Durante uma entrevista, cedida ao G1, ela conta que a mãe, começou a sentir-se mal na última quarta-feira(15).

Quando ela chegou ao local, e se aproximou da mãe, ela estava muito pálida, queixava-se de dores n o peito, sentia-se enjoada e estava bastante fraca, e foi nesse mesmo instante, que a filha tomou a decisão de levar a mãe até à unidade do UPA. Ainda antes de ir, Renilda ainda vomitou.

PUBLICIDADE

“Quando ela foi atendida, ainda na ala de emergência, ela foi medicada, porque já tinha a pressão muito alta. Foi então que realizou um eletrocardiograma, e ele deu sinais alterados.

Então, lhe deram mais uma medicação, e aguardaram durante uma hora, para que a mesma fizesse efeito, e voltaram a medir a pressão de novo. Ela continuava alta”, conta. Mesmo assim, o médico deu alta e mandou ela regressar a casa.

“Dava para ver, que ela estava a passar mal. Nessa noite, ela nem dormiu, porque estava bem mal”, detalha a filha. Já no dia seguinte, Renilda voltou sozinha ao UPA, para pegar o resultado, de um exame de sangue, que teria realizado no incio do dia anterior, depois de ter o resultado, seguiu para o hospital.

PUBLICIDADE

Só passado, algumas horas depois, é que Ana, conseguiu finalmente falar com a mãe, após ela ter sido internada,  descobriu que ela estava na unidade de emergência.

“Saí para lá correndo. E quando lá cheguei, a doutora me deu detalhes do resultado, falando que a minha mãe, infartou e que precisa o mais urgente possível uma vaga na UTI Cardíaca, para realizar a cirurgia de urgência ao coração”, afirma.

Segundo ainda os relatos de Ana, ela conta que a equipe médica já informou que a frequência cardíaca da mãe, está muito fraca, e ela corre risco de vida. A filha de Renilda, conta ainda que conseguiu falar com os Chefes da Unidade de Saúde, e já disseram que a vaga, irá ser realizada através da Cross, ou seja pela Secretaria Estadual de Saúde.

Ela confirma ainda, que vai tentar submeter um pedido através da Justiça, para que a mãe seja transferida o quanto mais rápido possível, para que ela consiga sobreviver.

“Eu pensei, neste caso se alguém estava precisando de uma transferência, ela seria cedida rapidamente. Mas infelizmente não é algo que o município possa resolver, então eles empurram para o estado. Naquele instante, me senti de mãos atadas, porque eu não tenho maneira de chegar até eles(Estado). Por isso, vou tentar de outro lugar, pela Justiça, talvez consiga alguma coisa” relata.

Além de Ana, Renilda tem mais um filho, de apenas quatro anos, que todo o minuto, pergunta pela mãe, devido a sentir a falta dela e pergunta à irmã, se ela vai voltar.

“A sua mãe está lá, rodeada de aparelho por todo lado, está pedindo para que a levem embora. Ela pediu hoje, e falou que não queria ficar mais ali, mas infelizmente não posso fazer isso, porque ela está muito fraca.

Mas neste momento é uma batalha contra o relógio, que poucos conseguem vencer. Exatamente, como se uma bomba estivesse, prestes a estourar a qualquer instante”, finaliza.

A secretária de estado, já se manifestou através de uma nota.Onde informa que já recebeu o pedido, e está em contacto com algumas entidades, para tentar um atendimento para Renilda. Ainda segundo a fonte, a ficha só deu entrada no sistema nesta última quinta-feira(15).

 

 

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Sofia

Sou especialista em Receitas, dicas e saúde! Gosto sempre de estar atualizada de novas receitas e formas medicinais!