Najila Trindade passou de vítima de abuso a alvo de duas investigações

O caso da modelo vai de mal a pior, cada dia a situação vem se complicando mais

Najila Trindade registrou um suposto abuso sexual no final de maio e com isso foi considerada pela polícia como vítima, porém isso acabou. Nesta semana, uma delegada falou que não encontrou elementos capazes para comprovar o crime. Na mesmo momento, foi informado que ela está sendo analisada por extorsão e denunciação caluniosa.

A mudança no jeito como ela vem sendo tratada pela Polícia Civil apareceu em inúmeros momentos de uma entrevista sobre o caso, até mesmo antes de qualquer coisa ser dito.

Em uma pergunta, relevaram a nova condição da modelo, onde falaram que todo mundo que aciona a polícia por um fato mentiroso pode ser penalizado. E isto tem que ser pesquisado. Com isso, existe sim esta investigação.

A lei determina que as mulheres devem ser sempre tratadas como vítima, o que explica pela Delegacia de Defesa da Mulher. Quando possui suspeita de falsas denúncias, a legislação prediz que uma delegacia tradicional seja ativada.

A nova condição dela foi dita em português bem claro que a polícia tinha indícios de denunciação caluniosa e tentativa de extorsão. Não foi uma iniciativa da polícia, mas foi pelo fato deles terem sido buscados por uma das partes [Neymar] através de uma solicitação. O inquérito passou a existir novamente.

Escrito por Julia Menezes Poncio

Redatora das mais variadas matérias, como notícias de famosos, curiosidades, atualizações sobre esporte, etc