Padrasto de menina enterrada viva pela mãe já planejava fuga antes de ser preso

A policia segue uma linha de investigação onde as denúncias apontam que ele abusava sexualmente da menina, essa versão foi confirmada pelo adolescente irmão da vitima através de seu depoimento.

A policia civil de Brasilândia que está a frente do caso que envolve a menina de 10 anos que foi morta pela mãe, confirmou que prendeu nesta segunda feira, dia 23 de março, o padastro da menina.

Relatos apontam que a menina teria perdido a sua vida, após relatar a mãe que vinha sofrendo abusos sexuais cometido pelo seu padastro dentro de casa.

A policia fez o pedido da prisão preventiva do homem, logo após ouvirem o depoimento do adolescente de 13 anos, que é irmão da vitima, e que também teve participação no crime.

Após estarem com o mandado de prisão em mãos, os policiais foram até a cidade e conseguiram encontrar o suspeito e o levaram preso.

Durante uma entrevista cedida ao Campo Grande News , o delegado Thiago José Passos da Silva que cuida do caso, afirmou que no momento da prisão o suspeito estava se preparando para fugir.

Ele iria deixar a cidade com algumas bolsas, exatamente no momento em que recebeu voz de prisão e foi levado pelo policiais, além disso o plano de fuga contava com a ajuda de alguns familiares.

Escrito por Margareth Santos

Me chamo Margareth Santos, Sou mãe e tenho uma família linda, Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.