Pessoas que estão comprando papel higiênico em excesso podem está vivendo uma vida desordenada

É noite de segunda-feira (09/03) e o local está cheio, com filas gigantes incomuns e pessoas agitadas enchendo suas cestas de produtos.

A pandemia do novo coronavírus mudou muito o relacionamento da sociedade, outras foram reveladas pela própria pandemia.

Um estudo realizado por especialistas, observaram que no início da pandemia teve falta de papel higiênico e muitas pessoas corriam ao mercado, mas não encontravam e quando encontravam parecia que era uma grande vitória, uma grande conquista.

Depois de analisar todos esses dados eles estudaram o pânico de muitas pessoas, então traçaram uma personalidade para cada situação, de acordo com o novo estudo essa nova personalidade é caracterizada como, organização, perfeccionismo, prudência, medo e individualismo.

PUBLICIDADE

Uma pesquisadora ampliou os estudos e compararam hábitos de compra, com o tipo de personalidade, três autores se reuniram e pesquisaram mais de mil pessoas nos Estados Unidos e tentaram descobrir porque as pessoas compravam tanto papel higiênico na pandemia.

Os resultados que obtiveram da avaliação da personalidade chamada modelo de personalidade, foi que muitas pessoas gostam de planejar com antecedência e outros se preocupam demais.

A descoberta mostra que muitos destes indivíduos possuem uma existência desordenada, na pesquisa havia a pergunta se ele se sentia ameaçado pelo coronavírus, a resposta de muitos é que se sentiam ameaçados, outros se preocupavam com a falta de papel higiênico e acumulavam sem medida.

PUBLICIDADE

Então chegaram à conclusão que quando uma pessoa se sente ameaçada, com medo de determinada situação, ele passa a se comportar de maneira irracional.

Ver o ser humano se comportar desta maneira não é algo raro, certamente você conhece alguém que compra papel higiênico além da medida, talvez estão se sentindo ameaçados, estão se sentindo com medo de algo.

É uma compra por pânico, segundo especialistas vários fatores são necessários para explicar esse sentimento, declararam que existe no ambiente conflitos e uma carga elevada de ansiedade.

Várias pessoas entram em pânico com facilidade, especialistas não sabem explicar porque o papel higiênico em específico, talvez porque elas precisam acredita que precisa de papel higiênico extra, se o mundo vai acabar, o que não pode faltar é papel higiênico.

 

Via: bbc.com

PUBLICIDADE

Escrito por Marcos Antonio Martins

Marcos Martins, é mineiro da gema, nasceu no dia 30 de abril 1975, tem dois filhos lindos que não sabe se parece com ele ou com sua esposa, é cheio de defeitos, mas as qualidades são perceptíveis.