Uma grande esperança para a humanidade: Foi descoberto o anticorpo que neutraliza a COVID-19

O Instituto de investigação Biotecnológica em Israel, comunicou nesta terça-feira, 5 de maio que desenvolveu o anticorpo que irá combater o COVID-19.

O Instituto de investigação Biotecnológica em Israel, comunicou nesta terça-feira, 5 de maio que desenvolveu o anticorpo que irá combater o COVID-19.

Esta noticia foi avançada através do Ministério da Defesa Israelita, já que se encontram a realizar a patente para que possam entrar em contato com as farmacêuticas mundiais.

Só assim se poderá começar a produção a nível comercial. No que foi comunicado através do instituto, nos relata que o anticorpo que foi produzido em laboratório, irá atacar e ao mesmo tempo neutralizar o coronavírus, em pessoas que estejam infetadas.

PUBLICIDADE

O professor Shmuel Shapiro, um dos investigadores disse que está concluída em relação ao anticorpo, como é descrito na nota. O laboratório se encontra em Naftali Benet, numa zona a sul de Telaviv e já foi visitado pelo ministro da Defesa Isrealita Naftali Benet, onde ficou a conhecer a investigação.

Onde esclarece que o anticorpo desenvolvido ataca o coronavírus de uma forma monoclonal, tendo salientado que todo o trabalho realizado é uma conquista a nível mundial.

E que estava bastante orgulhoso pela grande descoberta, salientou Naftali Benet. Embora ainda não tenha falado se os testes já foram testados em humanos. Embora não tenha sido Israel o primeiro a descobrir, já nesta segunda-feira.

PUBLICIDADE

Alemanha em cooperação com os Países Baixos já tinha anunciado que tinham conseguido identificar o anticorpo. Esse anticorpo seria então o monocular humano, o mesmo que através de testes em laboratório conseguiu impedir que células fossem infetadas pelo coronavírus.

Este anticorpo que Israel desenvolveu foi criado através de plasma de animais. Ao que foi comunicado pelos investigadores ele irá vai aplicado através do soro, para que impeça o vírus de provocar danos no corpo .

Também em Israel existem mais 2 centros de investigação que estão a tentar chegar á tão desejada vacina. Dados oficias a pandemia de covid-19 já provocou mais de 250 mil vitimas, e mais de 3,5 milhões de pessoas em todo o mundo foram infetadas.

Via: publico.pt

PUBLICIDADE

Escrito por Redatora Heros

Gosto de escrever sobre vários assuntos da atualidade, mas dou preferência á saúde e receitas. Esse é o meu foco.