Veja o que aconteceu com homem que atirou filha do telhado em protesto

Homem que atirou a própria filha do telhado durante protesto contra demolição de casas.

Protestos acontecem diariamente ao redor do mundo mais alguns desse protestos passam dos limites e chocam a todos, o caso que vamos mostra hoje e mais um desses casos que revoltam todos.

O caso aconteceu na comunidade de Joe Slovo, essa comunidade fica localizada em Porto Elizabeth na África do Sul, o protesto que estava sendo realizado contra a demolição de algumas casas que estavam irregular.

O homem que tem 38 anos de idade, foi protagonista de uma cena muito revoltante durante o ato, o caso aconteceu no ano passado mais só teve fim agora após a justiça ter dado a pena para ele por conta do que ele acabou fazendo com a própria filha.

PUBLICIDADE

O homem que jogou a sua própria filha de apenas 1 ano de idade de cima do telhado da casa em que morava durante o protesto contra a demolição acabou escapando da prisão, ficou ileso e não cumpriu pena.

O ato de protesto dos moradores era por conta de uma ação judicial que estava com mandado de derrubar 90 casas que estavam irregulares, uma retroescavadeira estava no local para executar a ordem com apoio policial.Na intenção de impedir que seu barraco fosse derrubado, o homem que não teve a sua identidade revelada pela polícia, subiu em cima do barraco com sua filha nos braços e fez várias menções de arremessar a mesma lá de cima.

PUBLICIDADE

Ao ver o que estava acontecendo um policial subiu na casa para negociar e salvar a criança, após muito tempo de negociação o homem jogou a filha, a menina que foi arremessada foi salva por um policial que estava no chão.

A cena foi gravada por diversas pessoas e o que o pai fez com a filha revoltou milhares de pessoas ao redor do mundo, após o homem atirar a filha os policiais conseguiram render o homem e conduziram ele a delegacia.

O homem no início foi indiciado por o crime de tentativa de homicídio, mas depois de um acordo acabou mudando o indiciamento dele para o crime de abuso de criança.

Ele acabou condenado por 1 ano de prisão, mas as autoridades suspenderam a pena por 5 anos e ele vai ficar solto, apenas sendo monitorado pela justiça tendo que respeitar as normas Sul-africanas do regime semiaberto.Além do monitoramento ele vai ter que pagar uma multa, a filha que foi jogada de cima do barraco após ser salva pelos policiais está sob os cuidados da mãe que após o acontecido se separou do marido.

 

PUBLICIDADE

Escrito por Carla Juliana

Redatora no site noticiaviva.com. Apaixonada por gatos. Uma pessoa simples e muito bem humorada. Contato: [email protected]