Vídeo: Mãe descobre que a filha era vítima de abusos após assistir ao programa Encontro com Fátima Bernardes

Conheça a história dessa família que só soube do que acontecia com a filha após a sua entrevista no programa.

A instituição childhood está cuidado em proteger as crianças e adolescentes de serem abusadas sexualmente, e conforme o seu trabalho existe muita coisa a ser cuidada pela frente.

Segundos as estatistificas, pelo menos 4 crianças ou adolescentes são vitimas de abusos no país. Levando em conta que a maioria delas são menores de 5 anos de idade, e o pior de tudo é que a cada 100 casos, apenas 7 são denunciados á policia.

E através de uma denúncia a vida de Eva Luana foi salva desses abusos, não só os sexuais, como os físicos e também psicológicos que ela vinha sofrendo por parte de seu padastro.

PUBLICIDADE

Mas não era apenas a moça que sofria com tudo isso, a sua mãe e a irmã filha do padastro também eram vitimas de abusos, mas nunca tiveram a coragem de denunciar.

Elas viviam em situação de total controle além de muito terror, essa situação chegou a fazer com que Eva pudessem presenciar diversos desmaios de sua mãe.

Mas com o tempo se passando, Eva se sentia com muito medo, sentindo uma dor enorme, e com muita vergonha do que acontecia com ela e a sua família, ela decidiu que precisaria dar mais um passo, que seria decisivo.

PUBLICIDADE

Foi ai que ela teve coragem de denunciar, e através da sua historia que foi relatada em um programa de televisão, uma mãe descobriu que a filha estava sendo vítima de abusos em sua própria casa.

A mulher que possui 3 filhas, havia percebido por causa das informações recebidas do programa, que a filha do meio possuía um comportamento indiferente.

Após descobrir o que estava acontecendo, a mãe ficou muito agradecida com a ajuda do programa e resolveu fazer um agradecimento, ressaltando a importância de tocar nesse assunto que incomoda muito.

Após ouvir a confissão de sua filha do que vinha acontecendo, a mãe enfrentou o mundo para poder provar os abusos, ela relatou que demorou pelo menos 2 anos, 2 meses e 18 dias para conseguir provar na justiça e poder colocar o marido de sua irmã atrás das grades.

Mas apesar de conseguirem isso, o sofrimento durou muito mais tempo, já que a menina não gostava de tocar nesse assunto, contando desde o começo dos abusos até a prisão do homem, foram mais de 4 anos e 10 meses.

Um momento difícil em que elas precisaram lutar sozinhas sem o apoio de ninguém, mas por incrível que parece isso é o que mais acontece, principalmente quando o abusador é parte da própria família.

Assista ao depoimento:

https://youtu.be/dovoU09gMfw

Via: uol.com.br

PUBLICIDADE

Escrito por Margareth Santos

Gosto de dedicar uma parte do meu tempo levando noticias e informações através de matérias relacionadas a tudo, inclusive de saúde, culinária, famosos e do mundo da maternidade.